Deputado federal Hildo Rocha emite nota acerca de divergências nos critérios de destinação de emendas impositivas da bancada federal.

NOTA DO DEPUTADO HILDO ROCHA
Atendendo convite do coordenador da bancada federal, deputado Juscelino Filho, participei de reunião hoje (11/03/2020), com a deputados e senadores. Tratamos sobre a eleição do novo coordenador da bancada e das indicações dos recursos de emendas impositivas de bancada. 
Mantive a minha posição de encaminhar a parte que cabe a mim, da emenda destinada à saúde, apenas aos municípios do Maranhão. O senador Weverton insistiu no sentido de que todos os parlamentares encaminhassem parte do recurso da saúde para o governo Flávio Dino. 
Entreguei para ele cópia de uma denúncia que Flávio Dino fez contra mim porque em entrevista a uma emissora de rádio, do Maranhão, afirmei que não concordava em mandar dinheiro para o governo do Estado porque iria virar éter. 
O senador Weverton disse que era solidário a mim, por causa da denúncia, mas insistiu que todos da bancada tinham que mandar para o governo estadual parte das emendas de cada parlamentar, inclusive eu.
Então, reafirmei que iria mandar para os municípios que me fizeram deputado federal e não para o governador Flávio Dino que fez de tudo para impedir a minha reeleição e citei o senador Weverton que também trabalhou para que eu não renovasse o meu mandato. 
Daí em diante o senador passou a me insultar, levantou partindo para cima de mim dizendo que ia me dar um murro e quebrar meus óculos na minha cara. Assim, para me defender joguei um copo nos pés dele para evitar o pior. 
Por diversas vezes o senador tentou partir em minha direção me xingando e tentando me bater ato que só não aconteceu porque outros deputados impediram ele de me esmurrar. ESSA É A VERDADE.
HILDO ROCHA
Deputado Federal (MDB/MA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *